• Tel.: (11) 3256-0894 | 0800 - 113140 Whatzap 9 7803-2758
  • Atendimento: 9h00 às 17h00
  • Endereço: Av. Jabaquara, 301 - Sobreloja - Cep 04045-000- Mirandópolis - SP

Cães Hounds

Cães Hounds

  • Fonte: .
  • Data: 25/06/2014

Cães Hounds (Padrão de Raças - Grupo 2)

Os Honds são cães de caça à presa. Preferem os animais de pêlo e os próprios cães abatem a presa. 
Há dois subgrupos aqui. O primeiro é composto pelos Hounds propriamente ditos ou Sabujos. Esses são cães que caçam farejando o solo e geralmente agem em matilha. Por possuírem excelente olfato são hoje usados para localizar drogas, pessoas perdidas e até para auxiliar em diagnóstico de certas doenças. 
O outro grupo é composto pelos cães que caçam usando a visão, os chamados Sighthounds ou Galgos. São cães capazes de desenvolver grandes velocidades e seu temperamento é um tanto mais reservado que os demais cães de caça.

 

Afghan Hound

Aparência Geral: O Afghan Hound é um aristocrata. O conjunto de sua aparência detona dignidade e altivez, sem traço algum de modéstia ou grosseria. Ele tem uma frente reta, cabeça portada altivamente, olhar distante como em memória de épocas passadas. As características marcantes da raça: expressão exótica ou ´´oriental´´, topete longo e sedoso, pelagem característica, ilíacos muito proeminentes, pés grandes e a impressão de uma angulação exagerada no joelho, devido à profusa pelagem, destacando-se claramente, conferindo ao Afghan Hound a aparência do que ele é: um rei dos cães, como tem permanecido na tradição através das épocas.

Cabeça: De bom tamanho, mostrando muito refinamento, o crânio harmoniosamente balanceado com a testa. Há uma ligeira proeminência da estrutura óssea nasal causando uma aparência levemente arromanada, o sulco mediano correndo sobre a testa com pouco ou nenhum stop e desaparecendo em frente dos olhos livremente, sem interferência. A mandíbula mostrando grande forca, os maxilares longos e de boa presa, mordedura em torquês, significando que os dentes das arcadas superior e inferior se encontram uniformemente, sem prognatismo ou retrognatismo. Esta é uma mordedura difícil de conseguir.Uma mordedura em tesoura tem mais força e pode ser mais facilmente criada num cão do que uma mordedura em torquês. Um cão, tendo mordedura em tesoura, onde os dentes inferiores tocam a parte interna dos superiores, não deve ser penalizada. O osso occipital é bastante proeminente. A cabeça é guarnecida por um topete de pêlos longos e sedosos.

Orelhas: São longas, inseridas aproximadamente em nível com os cantos externos dos olhos. O couro da orelha alcançando perto da ponta do nariz, coberto com pêlo longo e sedoso.

Olhos: Amendoados (quase triangulares), nunca cheios ou saltados, e são de cor escura.

Nariz: De bom tamanho e preto.

Faltas: Cabeça grosseira, pontuda, prognatismo ou retrognatismo, olhos redondos ou saltados ou de cor clara, nariz romano exagerado, cabeça sem topete.

Pescoço: De bom comprimento, forte e arqueado, descendo em curva para os ombros que são longos, inclinados e bem colocados para trás.

Faltas: Pescoço muito curto ou muito grosso, pescoço de ovelha, pescoço de ganso, pescoço carente de substancia.

Corpo: A linha do dorso aparece praticamente nivelada dos ombros ao lombo. Lombo forte, poderoso e ligeiramente arqueado, caindo em direção à cauda, com ilíacos muito pronunciados, bem providos de costelas e esgalgamento nos flancos. A altura nos ombros igual á distancia do peito ao ísquio. O peito é bem descido e de largura média.

Faltas: Dorso carpeado, dorso selado, garupa caída, lombo solto, ausência de proeminência dos ilíacos, largura excessiva do peito interferindo com os cotovelos.

Cauda: Inserida não muito alto no corpo, tendo um anel ou uma curva no fim, nunca deve enrolar para cima, nem descansar sobre o dorso, nem ser portada lateralmente, e nunca deve ser coberta de pêlos densos.

Pernas: As pernas dianteiras são retas e fortes, com grande comprimento entre o cotovelo e o metacarpo. Cotovelos bem juntos, pés dianteiros grandes, tanto em comprimento como em largura, dedos bem arqueados, pés cobertos com pêlo longo, denso e fino em textura, metacarpos longos e retos, almofadas plantares dos pés inusualmente grandes e bem plantadas sobre o solo. Os ombros têm bastante angulação de modo que as pernas estão colocadas sob o cão. Ombros muito retos fazem com que o cão ceda nos metacarpos e isto é um defeito grave. Todos os quatro pés do Afghan Hound estão alinhados com o corpo, não desviando para dentro nem para fora. Os pés traseiros são largos e de bom comprimento, os dedos arqueados e cobertos com pêlo longo e denso, parte traseira poderosa e bem musculosa, de bom comprimento entre os ossos da garupa e as pontas do jarrete. Os jarretes são bem descidos, boa angulação do joelho e jarrete, ligeiro arqueamento da face interna da perna do jarrete à virilha.

Faltas: Pés dianteiros ou traseiros desviados para dentro ou para fora, almofadas plantares não suficientemente espessas, ou pés muito pequenos, ou qualquer outra evidencia de fraqueza nos pés, metacarpos fracos ou cedidos, joelhos muito retos, jarrete muito longo.

Pelagem: Quartos traseiros, flancos, costelas, quartos dianteiros e pernas bem cobertos com pêlo espesso, sedoso, de textura muito fina, orelhas e todos os quatro pés bem cobertos de pêlos a partir da frente dos ombros e também para trás, dos ombros ao longo do dorso e dos flancos, o pêlo é curto e fechado, formando um dorso liso nos cães adultos. Esta é uma característica tradicional do Afghan. O Afghan Hound deve ser mostrado em seu estado natural. A pelagem não é cortada ou trimada, a cabeça é guarnecida por um topete de pêlos longos e sedosos. Que é também uma característica notável do Afghan Hound. A presença de pêlos curtos nos punhos das pernas dianteiras ou traseiras é permissível.

Faltas: Ausência de pêlo curto no dorso em cães adultos.

Altura

Machos: 68,5 cm, tolerando-se mais ou menos 2,5 cm.

Fêmeas: 63,5 cm, tolerando-se mais ou menos 2,5 cm.

Peso

Machos: cerca de 27,5kg.

Fêmeas: cerca de 23kg.

Cor: Todas as cores são permissíveis, desde que as cores sejam agradáveis. Marcas brancas, especialmente na cabeça, são indesejáveis.

Movimento: Quando correndo livremente, o Afghan Hound se move a galope, mostrando grande elasticidade e propulsão em suas passadas suaves e vigorosas. Quando com guia solta, o Afghan pode trotar em passo rápido. Em movimentação, ele parece estar pondo os pés traseiros diretamente para frente, movendo-se com a cabeça e a cauda altas, a aparência geral do Afghan Hound é de grande estilo e beleza.

Temperamento: Reservado e digno e no entanto, alegre.

Defeito: Ferocidade ou timidez. 

 

 

 Basenji

 

 

 

 Padrão Oficial Da Raça Basenji  

 

Aparência Geral 

O Basenji é um cão de caça africano, de porte pequeno e de pêlo curto. Dorso curto, construção leve, dando impressão de ser alto de pernas em comparação com seu comprimento. A cabeça enrugada é portada com altivez, pescoço bem arqueado e a cauda é inserida alta e enrolada. Elegante e gracioso, sua atitude é de pose e atenção inquisitiva. A estrutura balanceada e musculatura lisa, qualificam-no para uma movimentação fácil e ágil. O Basenji caça tanto por visão como por olfato. Característica: O Basenji não deve latir, mas não é mudo. A testa enrugada e o movimento de corrida veloz e infatigável (semelhante ao trote pleno de um cavalo de corrida) são típicos da raça.

Faltas

Quaisquer desvios dos pontos abaixo devem ser considerados faltas e a seriedade com a qual devem ser penalizadas, deve ser em exata proporção ao seu grau.

Tamanho, Proporção e Substância

A altura ideal para machos é de 43 cm e para fêmeas é de 40,5 cm, medidos da ponta do peito ao ponto mais distante da parte traseira. Peso aproximadamente para machos: 11 kg e para fêmeas: 10 kg. De constituição leve, deve ter relação entre altura e peso.

Cabeça

É orgulhosamente portada.

Olhos

Avelã-escuro ao marrom-escuro, amendoados, colocados obliquamente, boa visão de distância, pálpebras escuras.

Orelhas

Pequenas, eretas e levemente pontudas, de textura fina, inseridas bem para frente no topo da cabeça. O crânio é chato, bem cinzelado e de largura média, afilando em direção aos olhos. A testa deve afilar dos olhos para o focinho com um stop perceptível. Focinho mais curto que o crânio, nem grosseiro, nem fino, mas com lábios arredondados. Rugas aparecem sobre a testa quando as orelhas estão eretas e são finas e profusas. Rugas laterais são desejáveis, mas não devem ser exageradas, transformando-se em barbelas. As rugas são mais perceptíveis nos filhotes e, por causa da ausência de sombreamento, são menos notadas nos pretos, tricolores e tigrados. Nariz: Preto é altamente desejável. Dentes: Bem alinhados, com mordedura em tesoura.

Pescoço, Linha Superior e Corpo

Pescoço de bom comprimento, bem arqueados e ligeiramente cheio na base da garganta, bem inserido nos ombros. Linha Superior: Dorso Nivelado. Corpo: Deve ser balanceado, com dorso curto, compacto e terminando num esgalgamento definido. Costelas moderadamente arqueadas, ovais e alcançando os cotovelos. Ligeiro antepeito na frente da ponta dos ombros. Peito de largura média. Cauda: inserida alta, dobrada bem para a frente e repousa bem enrolada para um dos lados.

Anteriores

Ombros moderadamente angulados.

Escápula e úmero de comprimentos aproximadamente iguais, cotovelos bem ajustados ao peito, pernas retas com ossos lisos e finos, antebraço longo e tendões bem definidos. Os metacarpos devem ser de bom comprimento, fortes e flexíveis. Pés: pequenos, ovais e compactos com almofadas plantares espessas e dedos bem arqueados. Ergots são habitualmente removidos.

Posteriores

De largura média, fortes e musculosos, com jarretes bem descidos, não desviando nem para dentro nem para fora, com coxas longas e joelhos moderadamente angulados. Pés: como os dianteiros.

 Pelagem e Cor

Pelagem curta e fina. Pele bem elástica.

Cor: Castanho avermelhado, preto puro, tricolor (preto puro e castanho avermelhado), tigrado (listas pretas num fundo castanho avermelhado), todos com branco nos pés, peito e ponta da cauda. Pernas brancas, peito e colar brancos opcionais. A quantidade de branco nunca deve predominar sobre a cor primária. Cores e marcações devem ser ricas, claramente definidas, com distinta linha de marcação entre o preto e o vermelho dos tricolores e a lista dos tigrados.

 Movimentação

Trote rápido e incansável, alcance longo, suave, sem esforço, com a linha superior permanecendo em nível. Indo e vindo, as pernas devem manter-se em linha e convergindo para linha central abaixo do corpo. Quanto mais rápido for o trote, maior será a convergência.

 Temperamento

Uma raça inteligente, independente, mas afetuosa. Pode ser desconfiada com estranhos.

 

 

  

 

Basset Hound

 

 

 

Padrão Oficial da Raça Basset Hound 

 

Aparência Geral

O Basset Hound possui, em grau acentuado, as características que o equipam admiravelmente para seguir uma trilha através de terrenos dificeis. É um cão de pernas curtas, ossatura mais pesada (considerando o tamanho) que qualquer outra raça de cão e, na medida em que sua movimentação se desenvolve, ele não é em nenhum sentido desajeitado. É de temperamento dócil, nunca agressivo ou tímido. Trata-se de um cão de grande resistência no campo e extremo em sua devoção.

 Cabeça

A cabeça é grande e bem proporcionada. Seu comprimento, do occipital ao focinho, é maior que a largura nas arcadas superciliares.

Em aparência geral, é de largura média. O crânio é bem abobadado, mostrando uma pronunciada protuberância occipital. Um crânio largo e plano é um defeito. O comprimento do nariz ao stop é aproximadamente o comprimento do stop ao occipital. As faces são planas e livres de bochechas proeminentes. Vistas de perfil, as linhas superiores do focinho e do crânio são retas e estão em planos paralelos, com um stop moderadamente definido. A pele sobre o conjunto da cabeça é solta, caindo em dobras bem definidas sobre a testa quando a cabeça é abaixada. Uma cabeça seca e pele aderente são defeitos. O focinho é profundo, pesado e livre de afilamento. O nariz é pigmentado em tons escuros, preferivelmente preto, com narinas grandes e bem abertas. Um nariz cor-de-figado profundo, em harmonia com a coloração da cabeça, é permissível, mas não desejável. Os dentes são grandes, sadios e regulares, com mordedura em tesoura ou torquês. Prognatismo ou retrognatismo são faltas graves. Os lábios são pigmentados em tom escuro e pendentes, caindo quadrados na frente e em direção a parte traseira com lábios pendentes. A barbela é muito pronunciada. O pescoço é possante, de bom comprimento e bem arqueado. Os olhos são suaves, tristes e ligeiramente afundados, mostrando a terceira pálpebra e sua cor é marrom, de preferência marrom-escuro. Olhos de cor um tanto clara em conformidade com a coloração geral do cão é aceitável, mas não desejável. Olhos muito claros ou protuberantes são faltas sérias. As orelhas são extremamente longas e inseridas baixas e, quando são puxadas para a frente ultrapassam bem o fim do nariz. São de textura aveludada, caindo em dobras soltas com as pontas curvando ligeiramente para dentro. São inseridas bem para trás na cabeça, na base do crânio e, em repouso, parecem estar implantadas no pescoço. Orelhas altas ou orelhas sem dobras são faltas sérias.

 Parte Dianteira

O peito é profundo e cheio, com externo proeminente aparecendo claramente na frente das pernas. Os ombros e cotovelos são colocados rentes contra os lados do peito. A distancia do ponto mais profundo do peito ao chão, na medida em que deve ser adequada para permitir movimento livre quando trabalhando no campo, não deve ser mais de um terço da altura total da cernelha de um Basset adulto. Os ombros são bem inclinados e possantes retos, dianteira em forma de violino. Ombros abertos (braços juntos e pés desviados para fora) e cotovelos para fora são faltas sérias. As pernas dianteiras são curtas poderosas, de ossatura pesada, com pele enrugada. Carpos desviados para frente é uma desqualificação. O pe é maciço, bastante pesado, com almofadas plantares rijas, bem arredondado e ambos os pés desviam igualmente um pouco para fora, balanceando a largura dos ombros. Metacarpos cedidos são uma falta séria. Os dedos não são nem muito juntos nem muito abertos, com o peso da parte dianteira do corpo distribuído uniformemente por cada um. Os quintos dedos podem ser removidos.

 Corpo

A estrutura das costelas é longa, suave estende-se bem atrás. As costelas são bem arqueadas, com capacidade adequada para o coração e pulmões. Costelas planas e em quilha são faltas. A linha do dorso é reta, horizontal e livre de qualquer tendência a ceder ou carpear, o que são faltas.

 Quartos Traseiros

São bem cheios, bem arredondados e aproximadamente da mesma largura dos ombros. Não devem parecer fracos ou leves em relação à total profundidade do corpo. O cão se mantém firmemente plantado em suas pernas traseiras, mostrando uma angulação de joelho bem marcada, sem nenhuma tendência a agachar-se. Vistas de trás, as pernas traseiras são paralelas, sem desviar os jarretes para dentro ou para fora. Jarretes de vaca ou pernas arqueadas são faltas sérias. Traseira alta ou pouco angulada constituem falta grave. Os pés traseiros apontam para frente em linha reta e os ergots, se existirem, poderão ser removidos.

 Cauda

A cauda não deve ser cortada. É inserida em continuação da espinha com uma ligeira curvatura e portada alegremente à maneira Hound. O pêlo do lado de baixo da cauda é duro.

Tamanho

A altura não deve exceder a 35,5 cm. Altura de 38 cm no ponto mais alto da omoplata é uma desqualificação.

 Movimento

O Basset Hound move-se de uma maneira suave, uniforme, vigorosa e descontraída e, sendo um rastreador com pernas curtas, mantém seu nariz junto ao solo. Seu movimento é absolutamente certo, com coordenação perfeita entre as pernas dianteiras e traseiras, e ele se move numa linha reta, com os pés traseiros seguindo em linha com os pés dianteiros, os jarretes bem inclinados sem nenhuma rigidez na ação. As pernas dianteiras não remam, ondulam e nem se cruzam. Os cotovelos devem ser aderentes ao tórax. Vistas de trás, as pernas traseiras são paralelas.

 Pelagem

A pelagem é dura, lisa e curta, com densidade suficiente para se adaptar a qualquer clima. A pele é solta e elástica.Uma pelagem nitidamente longa é uma desqualificação.

Cor

Qualquer cor reconhecida do Hound é aceitável e a distribuição da cor e marcas não têm importância.

Desqualificação

Altura de mais de 38 cm no ponto mais alto das omoplatas. Carpos desviados para a frente. Pelagem distintamente longa.

 

 

 

 

Beagle

Aparência Geral: Um Foxhound miniatura, sólido e grande para suas poucas polegadas, com o aspecto característico do cão que persiste na caça, seguindo sua presa até o fim.

Cabeça: O crânio deve ser razoavelmente longo, ligeiramente arredondado no occipital, largo e cheio.

Orelhas: Inseridas moderadamente baixas; longas, alcançando, quando esticadas, quase a ponta do nariz; textura fina; razoavelmente largas; com ausência quase total do poder erétil, caindo rente à cabeça, com as bordas dianteiras voltadas para as faces; arredondadas nas pontas.

Olhos: Grandes, bem separados, suaves, do tipo Hound. Expressão doce e suplicante. Cores: marrom ou avelã.

Focinho: De comprimento médio, reto e quadrado, stop moderadamente definido.

Mordedura: Torquês. Lábios não pendentes; narinas grandes e abertas.

Faltas: Um crânio muito plano, estreito, excessivamente abobadado. Olhos pequenos, agudos e do tipo terrier ou proeminentes e protuberantes. Focinho longo, pontudo ou decididamente abrupto sob os olhos ou muito curto. Nariz romano ou arrebitado, dando uma expressão de cara-de-prato (dish face). Orelhas curtas, inseridas altas ou com tendência a levantar-se acima do ponto de origem.

Corpo, Pescoço e Garganta: Pescoço saindo livre elegantemente dos ombros bem construídos, embora não carregados, de comprimento médio. A garganta limpa e livre de dobras de pele, um ligeiro enrugamento sob o ângulo da mandíbula, contudo, pode ser permissível.

Faltas: Um pescoço grosso, curto, portado na mesma linha da parte superior dos ombros; garganta mostrando barbela e dobras de pele num grau denominado “papada”.

Ombros e Peito: Ombros inclinados, limpos, musculosos, nem pesados nem carregados, transmitindo a idéia de liberdade de ação com atividade e força. Peito profundo e largo, mas não largo o suficiente para interferir com o livre desempenho dos ombros.

Faltas: Ombros retos, pouco angulados; peito desproporcionalmente largo ou com falta de profundidade.

Dorso, Lombo e Costelas: Dorso curto, musculoso e forte. Lombo largo e ligeiramente arqueado. As costelas bem arqueadas, dando amplo espaço para os pulmões.

Faltas: Dorso muito comprido, selado ou carpeado. Lombo plano e estreito. Costelas achatadas.

Membros Anteriores e Pés: Membros anteriores retos, com boa ossatura em proporção ao tamanho do cão, metacarpos curtos e retos. Pés fechados, redondos e firmes. Almofadas plantares cheias e resistentes.

Faltas: Cotovelos soltos; carpos articulados para a frente (knuckled over) ou cedidos para trás; pernas dianteiras arqueadas ou tipo Dachshund; pés longos abertos ou espalmados.

Garupa, Coxas, Pernas e Pés Traseiros: Garupa e coxas fortes e bem musculosas, fornecendo grande força propulsora; joelhos fortes e bem angulados; jarretes firmes, simétricos e moderadamente angulados; pés fechados e firmes.

Faltas: Jarretes de vaca, ou jarretes retos; falta de musculatura e força propulsora; pés espalmados.

Cauda: Inserida moderadamente alta, portada alegremente, mas não dobrada para a frente sobre o dorso, com ligeira curva, curta em comparação com o tamanho do cão, tipo “pincel”.

Faltas: Uma cauda longa, curvada ou inclinada para a frente a partir da raiz; cauda de rato com ausência de “pincel”.

Pelagem: Uma pelagem Hound fechada e dura, de comprimento médio.

Faltas: Uma pelagem curta, fina ou de uma qualidade macia.

Cor: Qualquer cor própria de Hound.

Tabela de Pontos

Cabeça

Crânio....................................................... 5

Orelhas .................................................... 10 

Olhos ....................................................... 5

Focinho ..................................................... 5,25

Corpo

Pescoço ..................................................... 5

Peito e ombros ............................................. 1,5

Dorso, lombo e costelas .................................. 15,35

Quartos

Membros anteriores ....................................... 10

Quadris, coxas e pernas traseiras ...................... 10

Pés .......................................................... 10,30

Pelagem ..................................................... 5

Cauda ....................................................... 5,10

Total.......................................................... 100

Existem duas variedades

Treze polegadas: cães que não excedam a 33 cm. de altura;

Quinze polegadas: cães acima de 33 cm. (13”), mas que não excedam a 38 cm.

Desqualificação: Qualquer cão medindo mais que 38 cm. deve ser desqualificado.

 

Bloodhound

 

 

 

Padrão Oficial da Raça Bloodhound 

 

Características Gerais

O Bloodhound possui, no mais acentuado grau, todos os pontos e características dos cães que caçam em matilha pelo faro (sabujos). Ele é muito poderoso e cobre mais terreno do que é usual em hounds de outras raças. A pele é fina ao toque e extremamente solta, sendo isto mais especialmente notado na região da cabeça e pescoço, onde pende em profundas dobras.

 Altura

Altura média dos machos é 66 cm e das fêmeas adultas é 61 cm. Os machos variam geralmente de 63,5 a 68,5 cm e as fêmeas, de 58,5 a 63,5 cm, mas, ambos os casos, dá-se preferência à maior altura, desde que combinem as características e as qualidades.

Peso

O peso médio dos machos adultos, em condições normais, é 41 kg e das fêmeas adultas, 36,5 kg. Machos alcançam o peso de 50kg e fêmeas 45,5kg. Os pesos maiores devem ser preferíveis, desde que (como no caso da altura) combinem a qualidade e a proporção.

 Expressão

A expressão é nobre e digna, caracterizada por solenidade, sabedoria e forca.

 Temperamento

Em temperamento, ele é extremamente afetuoso, não sendo agressivo nem com pessoas nem com outros cães. Sua natureza é um tanto tímida e igualmente sensível à bondade ou correções por parte do seu dono.

 Cabeça

A cabeça é em proporção ao seu comprimento e longa em proporção ao corpo, afilando ligeiramente das têmporas ao fim do focinho, tendo assim a aparência (quando vista de cima e de frente) de ser achatada dos lados e de quase igual em largura através de toda sua extensão. No perfil, a linha superior do crânio está quase no mesmo plano ao da cana nasal. O comprimento do fim do nariz ao stop (localizado entre os olhos) não deve ser menor do que a do stop à traseira da proeminência occipital (ponta). O comprimento todo da cabeça, da parte posterior da proeminência occipital ao fim do focinho, deve ser 30,5 cm ou mais nos machos e 28 cm ou mais nas fêmeas.

 Crânio

O crânio é longo e estreito, com a ponta do occipital muito pronunciada. As arcadas superciliares não são proeminentes, embora devido à colocação profunda dos olhos, elas possam parecê-lo.

 Focinho

É longo, profundo e de uniforme, com contorno quadrado quando visto de perfil.

Olhos

Os olhos são profundamente inseridos nas órbitas. As pálpebras assumindo formato losangular ou de diamante, em conseqüência das pálpebras inferiores serem puxadas para baixo e invertidas pelas pesadas barbelas. Os olhos correspondem á tonalidade geral da cor do animal, variando do avelã profundo ao amarelo. A cor avelã, entretanto, deve ser preferida, embora muito raramente vista em cães vermelho e canela.

 Orelhas

As orelhas são finas e suaves ao toque, extremamente longas, inseridas muito baixas e caídas em graciosas dobras, as pontas enrolando para dentro e para trás.

 Rugas

A cabeça é dotada de uma quantidade de pele solta que, em quase todas as posições; parece excessiva, mais particularmente quando a cabeça é portada baixa, a pele então cai em dobras pendulares, especialmente sobre o focinho e os lados da cabeça.

 Narinas

As narinas são grandes e abertas.

 Lábios, Comissuras Labiais e Barbelas

Na frente, os lábios caem em quadrado, formando um ângulo reto com a linha superior do focinho. Enquanto vistos por trás, eles formam profundas e pendentes comissuras e, continuando em dobras pendentes de peles soltas sobre o pescoço, formam a barbela que é muito pronunciada. Estas características são encontradas, embora em menor grau, nas fêmeas.

 Pescoço, Ombros e Peito

O pescoço é longo, os ombros musculosos e bem angulados, as costelas são bem arqueadas e o peito bem descido entre as pernas dianteiras, formando uma quilha profunda.

 Pernas e Pés

As pernas dianteiras são retas e com boa ossatura, com cotovelos colocados simetricamente, os pés fortes e bem articulados, as coxas e pernas são muito musculosas, os jarretes bem angulados, bem descidos e paralelos.

 Dorso e Lombo

O dorso e o lombo são fortes, sendo este último profunda e ligeiramente arqueados.

 Cauda

A cauda é longa e afilada e inserida relativamente alta, com moderada quantidade de pêlo em baixo.

 Movimento

O movimento é elástico, oscilante e livre; a cauda sendo portada alta, mas não muito enrolada sobre o dorso.

 Cor

As cores são preto e canela, vermelho e canela, e fulvo. As cores mais escuras são, às vezes entremeadas com pêlo mais claro ou cor de texugo e, às vezes salpicadas com branco. Uma pequena quantidade de branco é permissível no peito, pés e ponta da cauda.

 

 

Borzoi

 

 

Padrão Oficial da Raça Borzoi

 

Aparência Geral

O Borzoi foi originalmente criado para a caça de animais selvagens em terreno mais ou menos aberto, sendo salientada mais a visão do que o faro. Para cumprir este propósito, o Borzoi necessitou de quantidades estruturais particulares à caça, captura e segurar sua presa. Ênfase especial é posta numa engrenagem de corrida sadia, pescoço e mandíbulas fortes, coragem e agilidade combinadas com boa condição física.O Borzoi deve possuir sempre elegância inconfundível, com graciosas linhas, em movimento ou em repouso; machos masculinos sem serem grosseiros, fêmeas femininas e refinadas.

 Cabeça

Crânio ligeiramente arredondado, longo e estreito, com stop quase imperceptível, com tendência a nariz romano, maxilares longos, poderosos e profundos, um tanto mais finos nas fêmeas, mas sem chegar a serem pontudos. Dentes fortes e limpos com mordedura em torquês ou tesoura. Falta de dentes deve ser penalizada. Nariz grande e preto.

 Orelhas

Pequenas e finas em qualidade, caindo para trás sobre o pescoço quando em repouso, com as pontas quase atrás do occipital, erguidas quando em atenção.

 Olhos

Colocados um tanto obliquamente, de cor escura, inteligentes, mas com expressão meiga, nunca redondos, cheios ou proeminentes nem de cor clara, borda das pálpebras escuras, canto interno a meio caminho entre a ponta do nariz e o occipital.

 Pescoço

Limpo, livre de barbela, ligeiramente arqueado, muito poderoso e bem inserido.

 Ombros

Inclinados, finos na cernelha sem serem grosseiros ou sobrecarregados.

 Peito

Relativamente estreito, com grande profundidade de peito.

 Costelas

Apenas ligeiramente arqueadas, mas muito profundas, com espaço para coração e pulmões.

 Dorso

Subindo um pouco no lombo numa graciosa curva.

 Lombo

Extremamente musculoso, mas um tanto esgalgado devido a grande profundidade do peito, e aos comparativamente curtos, dorso e costelas.

 Pernas Dianteiras

Ossos retos e um tanto achatados como lâminas; com a borda anterior mais estreita. Os cotovelos são livres e não desviam para dentro nem para fora. Metacarpos fortes.

Pés

Pés-de-lebre com juntas bem arqueadas, dedos fechados e bem almofadados.

 Posteriores

Longos, musculosos e poderosos, com joelhos bem angulados, um tanto mais largo que a parte dianteira; coxas e sobrecoxas fortes; jarretes limpos e bem decididos; pernas paralelas quando vistas de trás.

 Quintos Dedos

Os quintos dedos (se houverem) nas pernas traseiras são geralmente removidos. Quintos dedos nas pernas dianteiras podem ser removidos.

 Cauda

Longa, inserida e portada baixa numa graciosa curva.

 Pelagem

Longa, sedosa (não lanosa), lisa, ondulada ou um tanto cacheada. Na cabeça, orelhas e frente das pernas, ela deve ser curta e macia. No pescoço, as franjas devem ser profusas e um tanto onduladas; franjas na parte traseira e na cauda são longas e profusas, sendo menos no peito e atrás das pernas.

 Cor

Qualquer cor ou combinação de cores é aceitável.

 Tamanho 

Machos maduros devem ter ao menos 71,5 cm e as fêmeas, pelo menos 66,5 cm de altura na cernelha. Machos e fêmeas abaixo dos respectivos limites devem ser severamente penalizados. Machos e fêmeas acima dos respectivos limites não devem ser penalizados, na medida em que o tamanho extra não prejudique as qualidades de simetria, velocidade e porte. A escala de peso para machos vai de 34 a 46kg e para fêmeas;de 6,81 a 9,08kg a menos.

 Movimentação

As pernas dianteiras devem ter bom alcance, com metacarpos fortes e flexíveis. Movimento hackney com andar picado não é desejado, nem deve remar ou cruzar. Contudo, como as pernas traseiras são mais separadas que as dianteiras, os pés tendem a se moverem mais próximos à linha mediana quando o cão se movimenta em trote rápido. Quando visto de lado, deve apresentar um grande alcance de passadas, graças a joelhos e jarretes bem angulados. A aparência geral em movimento deve ser de poder sem esforço, aliado à resistência, velocidade, agilidade, suavidade e graça.

 Defeitos

A descrição acima corresponde ao Borzoi ideal. Qualquer desvio do cão descrito acima deve ser penalizado em sua extensão do desvio, tendo-se em mente a importância da contribuição das várias características para a finalidade original básica da raça.

 

 

 Dachshund

 

 

 

Padrão Oficial da Raça Dachshund

 

Aparência Geral

De estatura baixa, corpo longo e pernas curtas, com desenvolvimento muscular robusto, pele elástica e flexível sem enrugamento excessivo. A despeito de suas pernas serem curtas, não deve parecer aleijado, desajeitado, prejudicado em sua capacidade de movimento. O Dachshund é bem balanceado com porte de cabeça seguro, confiante e inteligente com expressão facial alerta. Seu espírito de caça, bom olfato, latido forte, constituição apropriada tornam-no capacitado para o trabalho subterrâneo e para bater o mato. Seu olfato aguçado da a ele vantagens sobre a maioria das outras raças para rastreamento. Nota: por ser o Dachshund um cão de caça, cicatrizes de honra não devem ser consideradas faltas.

Tamanho, Proporção, Substância

Na três variedades de pelagem, o padrão do Dachshund é separado em três  variedades de tamanho.

1º) - Dachshund Standard; não ultrapassando 9kg. O peso ideal é de 6, 5 kg a 7kg.

2º) - Dachshund Miniatura; não ultrapassando 4kg aos 18 meses e cuja circunferência        toráxica, medida atrás dos ombros, não deve ultrapassar 35cm.

3º) - Dachshund Anão; não ultrapassando 3,5kg aos 18 meses e cuja circunferência toráxica, medida atrás dos ombros, não deve ultrapassar 30 cm.

 

Cabeça

Vista de cima ou de lado deve afilar uniformemente para a ponta do nariz. Os olhos são de tamanho médio, amendoados, de borda escura, com uma expressão enérgica e agradável, não penetrantes e de cor bem escura. As arcadas superciliares devem ser fortemente proeminentes. Olhos louçados, exceto nos cães malhados, é uma falta séria. As orelhas devem ser inseridas perto do topo da cabeça, não muito para frente, de comprimento moderado, arredondadas sem serem estreitas, pontudas ou dobradas. Seu porte, quando em alerta e com a borda dianteira apenas tocando a face, de forma tal que as orelhas emolduram a face. O crânio é levemente arqueado, nem muito largo nem muito estreito e inclina-se gradualmente com stop apenas perceptível em direção ao focinho finamente e ligeiramente arqueado. O preto é a cor preferida para o nariz, lábios aderentes, cobrindo bem a mandíbula, narinas bem abertas, maxilares com grande abertura e articulados bem atrás dos olhos, com ossos, e dentes fortemente desenvolvidos. Poderosos dentes caninos, dentes encaixando-se numa perfeita mordedura em tesoura. Uma mordedura em torquês é uma falta menor. Qualquer outro desvio de mordedura é uma falta séria.

Pescoço

Longo, musculoso, limpo, sem barbela, levemente arqueado na nuca, estendendo-se numa linha graciosa em direção aos ombros.

Tronco

Deve ser longo e bem musculoso. Quando visto de perfil, o dorso deve ser o mais reto possível entre a cernelha e o lombo curto e muito ligeiramente arqueado. Um corpo pendente entre os ombros é uma falta séria. O abdômen é ligeiramente esgalgado.  

Anteriores

Para um eficiente trabalho de subsolo, os dianteiros devem ser de fortes, profundos, longos e musculosos.

Detalhe Dos Dianteiros

Peito: o externo (antepeito) deve ser tão fortemente proeminente na frente a ponto de fazer surgir de cada lado uma depressão (cova). Quando visto de frente, o tórax deve parecer oval e deve descer até o ponto médio do antebraço. A estrutura das costelas deve parecer cheia e oval, de forma a permitir, por sua ampla capacidade, o completo desenvolvimento do coração e dos pulmões. Costelas bem desenvolvidas fundem-se gradualmente na linha do abdômen e estendem-se bem para a frente das pernas dianteiras.Visto de perfil, o ponto mais baixo da linha do peito estará coberto pela perna dianteira.

Escápulas: longas, largas bem inclinadas e firmemente colocadas sobre o tórax bem desenvolvido, bem ajustadas à cernelha, dotada de músculos possantes e elásticos.

Úmero: do mesmo comprimento que a escápula e em ângulo reto em relação á mesma, de ossatura forte e músculos rijos descendo rentes às costelas, com cotovelos ajustados ao corpo e ainda assim capazes de uma movimentacao livre.

Antebraço: curto, dotado de musculatura forte, mas elástica na frente e no lado externo, com tendões bem esticados no lado interno e atrás, ligeiramente virado para dentro. Articulação entre antebraço e pé (carpos) é mais fechada que as articulações do ombro, de forma que a frente não pareça absolutamente reta. Carpos virados para frente é uma falta desqualificante.

Pés: pés dianteiros são cheios, fechados, compactos, com dedos bem arqueados e fortes e almofadas plantares duras podem ser ligeiramente inclinados para fora. São cinco dedos, embora apenas quatro em uso devem ser bem fechados com arqueamento pronunciados e fortes; unhas curtas. Ergots dianteiros podem ser removidos.

Posteriores

Fortes e musculatura limpa. A pélvis, a coxa, a perna e os metatarsos são idealmente do mesmo comprimento e formam uma série de ângulos retos. Vistas de trás, as coxas são fortes e poderosas; as pernas não viram nem para dentro nem para fora.

Metatarsos

Curtos e fortes, perpendiculares ao osso da perna. Quando vistos de trás, são perpendiculares e paralelos.

Pés Traseiros: menores do que os dianteiros, com quatro dedos compactamente fechados e bem arqueados, com almofadas plantares espessas e duras. O pé todo, apontando para frente, deve apoiar-se por igual na base e não somente nos dedos. Ergots traseiros devem ser removidos.

Garupa: longa, arredondada e cheia, apenas ligeiramente inclinada em direção à cauda.

Cauda: inserida em continuação à espinha, estendendo-se sem quebras, torções ou curvatura muito pronunciada e não portada muito alegremente.

Movimentação 

Fluente e suave, as pernas dianteiras alcançam bem para frente sem elevar-se excessivamente em harmonia com a ação propulsora das pernas traseiras. O conjunto correto dos ombros e cotovelos bem ajustados, permite um alcance longo e livre do passo dos anteriores. Vistas de frente, as pernas não se movem exatamente em planos paralelos, mas inclinam-se levemente para dentro, para compensar as pernas curtas e o peito largo. Pernas traseiras movem-se em linha com as pernas dianteiras sem virar os metatarsos para dentro ou para fora. A  propulsão das pernas traseiras depende da capacidade do cão de levá-las a uma completa extensão . Visto de perfil, a extensão das pernas traseiras para frente deve igualar sua extensão para trás. O impulso de uma movimentacao correta é notado quando as almofadas plantares posteriores são claramente visíveis durante a extensão posterior. Pés devem mover-se paralelamente sem tendência a oscilar, cruzar ou interferir entre si. Movimentação curta, saltitante, bamboleante, de ação alta, fechada ou muito aberta, vindo ou indo, são incorretas. O Dachshund deve ter agilidade, liberdade de movimentacao e resistência ao trabalho para o qual foi criado.

Temperamento

O Dachshund deve ser esperto, vivaz e corajoso até à temeridade, perseverante em seu trabalho, seja acima ou abaixo do solo, com todos os sentidos bem desenvolvidos.Qualquer demonstração de timidez é uma falta séria.

Características Especiais das Três Variedades de Pelagem

O Dachshund é criado em três variedades de pelagem; pêlo curto, pêlo duro, pêlo longo e apresentado em três tamanhos: standard, miniatura e anão. As três variedades e os três tamanhos devem estar em conformidade com as características já especificadas. As seguintes descrições devem ser aplicadas a cada variedade:

Dachshund pelo liso: pêlo curto, suave e brilhante não deve ser nem, muito longo nem muito espesso, orelhas pouco cobertas de pêlos.

Cauda: afilando-se gradualmente para a ponta, não excessivamente coberta de pêlo. Pêlos longos e sobressalentes na parte de baixo são consideradas como um trecho de pêlo em crescimento forte e não devem ser penalizados. Cauda tipo´´escova´´ é uma falta, bem como uma cauda parcialmente ou inteiramente sem pêlo.

Cor da Pelagem: apesar da cor básica ser irrelevante, certas marcações e cores básicas predominam. Dachshund de cores sólidas incluem o vermelho (com ou sem sombreado de pêlos escuros com pêlos pretos interpostos) e creme.Uma pequena mancha branca no peito é permissível, mas não desejável.

Nariz e Unhas: pretos. Dachshund de duas cores inclui preto, chocolate, javali, cinza (azul) e isabela, cada um com marcas canela sobre os olhos, nos lados do focinho e sob os lábios, na margem interna da orelha, frente, peito, parte interna e traseira das pernas dianteiras, nos pés e em torno do ânus e daí para cerca de um terço a metade do comprimento da cauda, no lado de baixo. Marcações exageradas ou marcas canela excessivamente claras são indesejáveis. Uma pequena mancha branca no peito é aceitável, mas não desejável.

Nariz e Unhas

No caso de cães pretos, chocolate e outras cores, marrom-escuro; porém nariz e unhas da cor básica do cão são aceitáveis.

 

Dachshund Malhados ou Manchados

A cor malhada ou manchada é descrita como áreas de coloração clara contrastando com a cor básica mais escura que poderá ser qualquer das cores aceitas. Nem a cor clara nem a cor escura devem predominar. Olhos parcial ou totalmente azuis (louçados) são tão aceitáveis como os olhos escuros. Uma área grande de branco no peito de um cão manchado ou malhado é permissível. Um malhado ´´duplo´´ é uma cor na qual várias porções de branco aparecem no corpo, somando-se á variedade malhada.

Nariz e Unhas: como nos Dachshund de duas cores, parcial ou totalmente colorido é permitido.Tigrado é a marcação (de cores contrastes) na qual listas pretas ou escuras cobrem o corpo inteiro, apesar de que em alguns exemplares, esta marcação somente pode ser visível nas marcações canela.

 

Dachshund Pêlo Duro

Pelagem:  com exceção dos maxilares, arcadas superciliares e orelhas, todo corpo é coberto por uma pelagem uniforme, fechada, espessa, áspera, dura, mas com pêlos mais finos;algo macio, mais curtos (subpêlo) distribuídos por toda a parte entre os pêlos mais ásperos. Ausência de subpêlo é uma falta. A pelagem facial inclui barba e sobrancelha. Na orelha, o pêlo é mais curto do que no corpo, quase liso. A aparência geral do pêlo deve ser tal que o Dachshund pelo duro, quando visto à distancia, deve se assemelhar ao pêlo liso. Qualquer tipo de pêlo macio na pelagem externa, encontrada em qualquer parte do corpo, especialmente no topo da cabeça, é uma falta. O mesmo vale para pêlo longo, cacheado ou ondulado ou que aponte para fora irregularmente em todas as direções.

Cauda: robusta, espessamente peluda, afilando-se gradualmente em direção à ponta. Uma cauda bandeira é falta.

Cor da Pelagem: Apesar das cores mais comuns serem as do porco selvagem, preto e canela e vários tons do vermelho, todas as cores são aceitáveis. Uma pequena porção de pêlo branco no peito, embora aceitável, não é desejável.

Nariz e Unhas: Exatamente como na variedade pêlo liso.

 Dachshund Pêlo Longo

Pelagem: O pêlo macio, liso. brilhante, em geral levemente ondulado deve ser mais comprido sob o pescoço, no antepeito, na parte debaixo do corpo, nas orelhas e atrás das pernas. A pelagem dá ao cão uma aparência elegante. Pêlo curto nas orelhas não é desejável. Pelagem muito profusa que esconde o tipo, bem como pêlo longo no corpo todo, pelagem crespa ou um repartido pronunciado no dorso são faltas.

Cauda: portada graciosamente em prolongamento da espinha, o pêlo alcançando aqui seu maior comprimento e formando uma verdadeira bandeira.

Cor e Pelagem: exatamente como a do pêlo liso.

Nariz e Unhas: igual ao pêlo liso

 A descrição acima é do Dachshund ideal. Qualquer desvio do cão como descrito deve ser penalizado na extensão desse desvio, levando em conta a importância da contribuição das várias descrições quanto às bases do propósito original da raça.

Desqualificação

Carpos desviados para frente.

 

 

 Greyhound

 

 

 

 

Padrão oficial da Raça Greyhound

 

Cabeça

Comprida e estreita, razoavelmente larga entre as orelhas. Stop pouco perceptível. Pouco ou nenhum desenvolvimento das fossas nasais, bom comprimento do focinho, que deve ser forte sem ser grosseiro. Dentes muito fortes e mordedura em torquês.

Orelhas

Pequenas e de textura fina, viradas para trás e dobradas, exceto quando excitadas, ocasiões em que ficam semi-eretas.

Olhos

Escuros, brilhantes, inteligentes, indicando espírito.

 Pescoço

Longo, musculoso, sem barbela, ligeiramente arqueado e alargado gradualmente em direção aos ombros.

 Ombros

Colocados tão obliquamente quando possível, musculosos, sem serem carregados.

 Pernas Dianteiras

Perfeitamente retas, bem inseridas nos ombros, sem desvio para dentro, nem para fora, metacarpos fortes.

 Peito

Profundo, largo o quanto necessário para não interferir com a velocidade. Costelas razoavelmente bem arqueadas.

 Dorso

Musculoso e largo.

 Lombo

Boa profundidade de músculo, bem arqueado, esgalgado nos flancos.

 Parte Traseira

Longa, muito musculosa e poderosa, larga e bem caída, joelhos bem angulados. Jarretes bem angulados e próximos do solo, largo, mas retos nas partes anterior e posterior.

 Pés

Duros e fechados, mais para pés-de-lebre do que para pés-de-gato, bem arqueados, com unhas boas e fortes.

 Cauda

Longa, fina e afilando com uma ligeira curva para cima.

 Pelagem

Curta, macia e de textura firme.

Cor

Qualquer.

 

Peso 

Machos 29,5 a 32 kg; fêmeas 27 a 29,5 kg.

 

Tabela de Pontos

 

Simetria geral e qualidade ..................................10

Cabeça e pescoço ...........................................20

Peito e ombros ...............................................20

Dorso .........................................................10

Dianteiros e traseiros .......................................20

Pernas e Pés .................................................20

TOTAL........................................................100

 

 

Irish Wolfhound

Aparência Geral: De tamanho grande e aparência imponente, o Irish Wolfhound é notável por combinar poder e rapidez com uma visão aguda. O maior e mais alto dos cães Hounds galopadores, em tipo geral, é como um Greyhound de pelagem áspera, muito musculoso, forte, embora graciosamente construído, movimentos fáceis e ativos, cabeça e pescoço portados altos, a cauda portada com uma curva para cima, encurvando ligeiramente na extremidade. A altura e peso mínimos dos machos devem ser de 81 cm e 54,5kg; das fêmeas, 76 cm e 48kg. Isto se aplica apenas aos cães com mais de 18 meses de idade. Qualquer peso ou medida abaixo disto deve ser excluído da competição. Tamanho grande, incluindo altura no ombro e comprimento proporcional do corpo é a aspiração a ser atingida, sendo desejada para estabelecer firmemente uma raça que deve variar de 81 a 86 cm nos machos, mostrando o poder, atividade, coragem e simetria exigidos.

Cabeça: Longa, os ossos da testa muito ligeiramente salientes e com pouca depressão entre os olhos; crânio não muito largo; focinho longo e moderadamente pontudo, orelhas pequenas e portadas a maneira do Greyhound.

Pescoço: Relativamente longo, muito forte e musculoso, bem arqueado, sem barbela nem pele solta na garganta.

Peito: Muito profundo, antepeito largo.

Dorso: Mais longo que curto, lombo arqueado.

Cauda: Longa e ligeiramente curvada, de grossura moderada e bem coberta de pêlos.

Ventre: Bem esgalgado

Quartos Dianteiros: Ombros musculosos dando largura ao peito; angulados, cotovelos bem em baixo sem desviar para dentro ou para fora.

Pernas: Antebraço musculoso e a perna toda forte e reta.

Posteriores: Coxas musculosas e pernas longas e fortes como no Greyhound. Jarretes bem descidos sem desviar para dentro ou para fora.

Pés: Moderadamente grandes e redondos sem desviar para dentro nem para fora; dedos bem arqueados e fechados; unhas muito fortes e curvas.

Pêlo: Áspero e duro no corpo, pernas e cabeça, especialmente duro e longo sobre os olhos e sob a mandíbula.

Cor e Marcas: As cores reconhecidas são: cinza, tigrado, vermelho, preto, branco puro, dourado-claro ou qualquer outra cor que apareça no Deerhound.

Faltas: Cabeça muito leve ou muito pesada; osso frontal muito arqueado; orelhas grandes e pendentes rentes à face; pescoço curto, muita barbela; peito muito estreito ou muito largo; dorso selado muito reto ou carpeado; pernas dianteiras tortas; metacarpos excessivamente angulados; pés torcidos, dedos espalhados; cauda muito ondulada; parte traseira fraca e falta geral de musculatura no corpo; corpo muito curto; lábios ou nariz cor-de- figado ou com falta de pigmentação.

Lista de Pontos em Ordem de Mérito

1) - Tipicidade: o Irish Wolfhound é um animal de pelagem áspera, do tipo Greyhound, o mais alto dos cães de corrida e é notável por combinar poder e rapidez.

2) - Tamanho grande e aparência imponente.

3) - Movimentos fáceis e ativos.

4) - Cabeça longa e nivelada, portada alta.

5) - Pernas dianteiras com ossatura pesada, bem retas, cotovelos bem colocados em baixo e juntos.

6) - Coxas longas e musculosas, pernas bem musculosas, joelhos bem angulados.

7) - Pelagem áspera e dura, especialmente áspera e de arame, longa sobre os olhos e sob a mandíbula. 

8) - Corpo longo, com boas costelas bem arqueadas e uma boa largura de garupa.

9) - Lombo arqueado, ventre bem esgalgado.

10) - Orelhas pequenas, com porte à maneira Greyhound.

11) - Pés moderadamente grandes e redondos, dedos fechados e bem arqueados.

12) - Pescoço longo, bem arqueado e muito forte.

13) - Peito muito profundo, moderadamente largo.

14) - Ombros musculosos e angulados.

15) - Cauda longa e ligeiramente curvada.

16) - Olhos escuros.

Nota

O que acima esta mencionado não altera de maneira alguma o´´Padrão por Excelência´´que deve em todos os casos ser rigidamente seguido. Confere apenas vários pontos em ordem de mérito. Se em algum caso eles aparecessem diferentes do Padrão por Excelência, é o último que esta correto.

 

 

 

Rhodesian Ridgeback

 

Padrão Oficial da Raça Rhodesian Ridgeback 

 

A peculiaridade desta raça é uma crista no dorso, que é formada pelo crescimento do pêlo na direção oposta á do resto da pelagem. A crista deve ser vista como o traço característico da raça; deve ser claramente definida, afinada e simetria; deve começar imediatamente atrás dos ombros e continuar até um ponto entre a proeminência dos ilíacos e deve conter duas coroas idênticas, opostas uma à outra. As margens inferiores das coroas não devem se estender para baixo da crista mais do que um terço desta.

 Aparência Geral

O Ridgeback deve parecer um cão forte, musculoso e ativo, de contornos simétricos e capaz de grande resistência, com uma boa velocidade.

 Cabeça

Deve ser de bom comprimento, o crânio plano e relativamente largo entre as orelhas e deve ser livre de rugas quando em repouso. O stop deve ser razoavelmente bem definido.

 Focinho

Deve ser longo, profundo e poderoso. Maxilares nivelados (mordedura em torques) e fortes com dentes bem desenvolvidos, especialmente os caninos ou presas. Os lábios limpos, bem aderentes aos maxilares.

 Olhos

Devem ser moderadamente separados, redondos, brilhantes e vivos, com expressão inteligente, sua cor harmonizando com a cor do cão.

 Orelhas

Devem ser inseridas altas, de tamanho médio, um tanto largas na base, afinando para uma ponta arredondada.Devem ser portadas rentes à cabeça.

 Nariz

Deve ser preto ou marrom, combinando com a cor do cão. Nenhuma outra cor de nariz é permissível. Um nariz preto deve ser acompanhado por olhos escuros. Um nariz marrom, por olhos âmbar.

Pescoço e Ombros

O pescoço deve ser razoavelmente forte e livre de barbelas. Os ombros devem ser angulados, limpos e musculosos, denotando velocidade .

 Corpo, Dorso, Peito e Lombo

O peito não deve ser muito largo, mas profundo e denotando grande capacidade; costelas moderadamente bem arqueadas, nunca arredondadas como um barril (o que indicaria falta de velocidade); o dorso poderoso, o lombo forte, musculoso e ligeiramente arqueado.

 Pernas e Pés

As pernas dianteiras devem ser perfeitamente retas, fortes e de ossatura pesada, cotovelos rentes ao corpo; os pés devem ser compactos, com dedos arqueados, redondos, rijos, almofadas plantares elásticas, protegidos por pêlo entre os dedos e almofadas. Nas pernas traseiras, os músculos devem ser limpos, bem definidos e os jarretes bem descidos.

Cauda

Deve ser forte na inserção e geralmente afilando em direção ao fim sem ser grosseira. Não deve ser inserida muito alta ou muito baixa e deve ser portada com uma ligeira curva para cima nunca enrolada.

 Pelagem

Deve ser curta e densa, de aparência macia e brilhante, mas nem lanosa nem sedosa.

 Cor

De trigo-claro a trigo-vermelho. Um pouco de branco no peito e nos dedos é permissível  mas branco excessivo nestes lugares e qualquer branco no ventre ou acima dos dedos são indesejáveis.

 Tamanho

Um Ridgeback maduro deve ser um cão atraente e ativo. Os machos devem medir entre 63,5 cm e as fêmeas, entre 61 e 66 cm.

 Peso (Desejável)

Machos;34kg, fêmeas;29,5kg.

 

Tabela De Pontos

 

Crista-------------------------------------------                      20

Cabeça ----------------------------------------                      15

Pescoço e Ombros---------------------------                       10

Corpo, Dorso, Peito e Lombo--------------                        10

Pernas e Pés-----------------------------------                     15 

Pelagem----------------------------------------                        5

Cauda-------------------------------------------                       5

Tamanho, Simetria e Aparência Geral-----                       20

 

Total--------------------------------------------                     100

 

 

Saluki

 

Padrão Oficial da Raça Saluki

 

Aparência Geral

A aparência geral desta raça deve dar uma impressão de graça, simetria e de grande velocidade e resistência, associados à força e atividade, capacitando a matar uma gazela ou outra presa sobre areia profunda ou montanhas rochosas. A expressão deve ser digna e dócil, com olhos profundos, leais e de longo alcance. Machos devem ter altura entre 58,5 e 71cm e as fêmeas podem ser consideravelmente menores, o que é muito típico da raça .

 Cabeça 

Longa e estreita, crânio moderadamente largo entre as orelhas, não arredondado, stop não pronunciado, o todo demonstrando grande qualidade. Nariz preto ou fígado.

 Orelhas

Longas e cobertas com pêlo longo e sedoso, pendentes rentes ao crânio e móveis.

 Olhos

Escuros a avelã e brilhantes, grandes e ovais, mas não proeminentes.

 Dentes

Fortes e mordedura em torquês.

 Pescoço

Longo, flexível e bem musculoso.

 Peito

Profundo e moderadamente estreito.

 Parte Dianteira

Ombros angulados e colocados bem para trás, bem musculosos sem serem grosseiros.

 Pernas Dianteiras

Retas e longas dos cotovelos aos carpos.

 Parte Traseira

Forte, ilíacos bem separados e joelhos moderadamente angulados, jarretes descidos perto do chão, demonstrando forca no galope e no salto.

 Lombo e Dorso

Dorso bastante largo, músculos levemente arqueados sobre o lombo.

 Pés

De comprimento moderado, dedos longos e bem arqueados, sem serem abertos nem pés-de-gato, o todo forte, flexível e bem cheio de pêlo entre os dedos.

 Cauda

Longa, inserida baixa e portada naturalmente numa curva, bem franjada por baixo, com pêlo longo e sedoso sem ´´escova´´.

 Pelagem

Suave e de textura macia e sedosa, ligeiramente franjada nas pernas, atrás das coxas e, às vezes, com franja ligeiramente lanosa nas coxas e ombros.

 Cores

Branco, creme, castanho, dourado, vermelho, cinzento e canela, tricolor ( branco, preto e canela) e preto e canela.

 Variedade Pêlo Liso

Nesta variedade, os pontos do padrão são os mesmos, com exceção da pelagem que não tem franjamento.

 

 

Whippet

 Padrão Oficial Da Raça  Whippet

 

 

Aparência Geral

Um cão de caça de tamanho moderado, com aparência de elegância e desempenho, detonando grande velocidade, forca e balanço sem grosseria. Um verdadeiro cão de caça esportivo que cobre um máximo de distância com um mínimo de esforço.

 Cabeça

Longa e seca, razoavelmente larga entre as orelhas; stop dificilmente perceptível; bom comprimento de focinho que pode ser poderoso sem ser grosseiro; nariz inteiramente preto.

 Orelhas

Pequenas, de textura fina, viradas para trás e dobradas, semi-eretas quando em atenção. Orelhas eretas são incorretas e devem ser severamente penalizadas.

 Olhos

Grandes, escuros, com expressão penetrante, inteligente e atenta. Falta de pigmentação em torno das pálpebras é indesejável. Olhos amarelos ou de cor diluída devem ser severamente penalizados. Olhos azuis ou porcelana devem desqualificar. Ambos os olhos devem ser da mesma cor.

 Focinho

O focinho deve ser longo e poderoso, detonando grande força de mordedura sem ser grosseiro. Os dentes devem ser brancos e fortes. Os dentes do maxilar superior devem encaixar cerradamente os dentes da mandíbula, criando uma forte mordedura em tesoura. Focinho extremamente curto ou falta de queixo devem ser estritamente penalizados, uma mordedura em torquês é extremamente indesejável. Prognatismo deve desqualificar, retrognatismo a 1mm deve desqualificar.

 Pescoço

Longo, limpo e musculoso, bem arqueado, sem nenhuma sugestão de barbela, alargando-se graciosamente em direção ao topo dos ombros. Um pescoço curto, grosso, com uma curvatura côncava na linha superior deve ser severamente penalizado.

 Ombros

Longos, bem inclinados, com músculos planos, proporcionando espaço moderado entre as omoplatas no alto da cernelha. O comprimento da omoplata iguala o comprimento do úmero curto. Uma omoplata reta, um úmero curto, um ombro pesadamente musculoso ou carregado, ou um ombro muito estreito, todos restringindo o livre movimento, devem ser estritamente penalizados.

 Peito

Muito profundo e forte, alcançando o mais perto possível da ponta do cotovelo. Costelas bem arqueadas, mas sem nenhuma sugestão de formato de barril, devem inserir-se no espaço entre as pernas dianteiras de modo que não fique aparência de um vazio entre elas.

 Dorso e Lombo

O dorso largo, firme e bem musculoso, com comprimento e um forte arco natural sobre o lombo, criando uma linha inferior definitivamente esgalgada. Um lombo, curto criando a impressão de encolhimento, deve ser penalizado.

 Linha Superior e Garupa

A linha superior desce uniformemente da cernelha com um arco gracioso e não muito acentuado, começando sobre o lombo e prosseguindo sobre a garupa, com o arco em continuidade e sem achatamentos. Um dorso excessivamente carpeado cilíndrico, um dorso plano, fundo atrás das omoplatas ou um dorso que cai abruptamente criando uma aparência cortada devem ser penalizados. Uma garupa caída plana deve ser penalizada.

 Pernas Dianteiras

Retas, dando aparência de força e substância de osso. As pontas dos cotovelos não devem apontar para dentro nem para fora, mas diretamente para trás. Quando o cão se move, as articulações permitem movimento livre da ponta do ombro para proporcionar um longo alcance. Metacarpos fortes, ligeiramente inclinados e flexíveis, pernas arqueadas, cotovelos não livres, pernas com falta de substância, pernas colocadas demasiado sob o corpo de maneira a criar um antepeito, metacarpos fracos ou retos devem ser estritamente penalizados.

 Pés

Os pés devem ser bem formados, com almofadas plantares duras e espessas e unhas fortes, naturalmente curtas ou de comprimento moderado. Os dedos devem ser longos, fechados e bem arqueados, pés mais de lebre que de gato, mas ambos são aceitáveis. Pés chatos, abertos ou macios, sem almofadas espessas e duras, devem ser estritamente penalizados.

 Parte Traseira

Longa e poderosa, joelhos bem angulados, jarretes bem descidos e próximos do chão, coxas largas e musculosas. Os músculos são longos e planos, e descem bem em direção ao jarrete. Jarretes de vaca ou em foice devem ser severamente penalizados.

 Cauda

A cauda, longa e fina, alcança o ilíaco quando esticada entre as pernas traseiras. Quando o cão esta em movimento, a cauda é portada baixa com uma curva suave para cima e não deve ser portada mais alta que o dorso. Uma cauda enrolada deve ser penalizada.

 Pelagem e Cor

Curta, cerrada suave e de textura firme. Qualquer outra pelagem deve desqualificar. Cor irrelevante.

 Movimento

Baixo, livre e suave, com bom alcance na parte dianteira e forte propulsão na parte traseira. O cão tem grande liberdade de ação quando visto de lado. As pernas dianteiras alcançam a frente, rentes ao chão. As pernas traseiras tem forte poder propulsor. Falta de alcance frontal ou propulsão traseira, um movimento curto, saltitante, com ação alta do joelho, devem ser severamente penalizados. Quando em movimento e vistas de frente ou de trás, as pernas não devem desviar nem para dentro nem para fora e nem os pés cruzar ou interferir um como outro. Cruzamento na frente ou movimento muito junto devem ser severamente penalizados.

 N.B.

Antigas cicatrizes e ferimentos, resultado de trabalho ou acidente, não devem prejudicar as chances do cão na pista, a menos que interfiram com seu movimento ou habilidade de desempenho.

 Tamanho

A altura ideal para machos é de 48,5 cm; para fêmeas, de 46 a 53,5 cm; medidos no ponto mais alto das omoplatas.1,5 cm acima ou abaixo destas medidas é uma desqualificação.

 Desqualificações

Olhos azuis ou cor-de-porcelana. Prognatismo inferior. Retrognatismo de 1mm ou mais.Um cão 1,5 cm acima ou abaixo das medidas especificadas no item ´´TAMANHO´´. Pelagem qualquer outra que não seja curta, cerrada suave e de textura firme.

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RELACIONADAS

9 Cuidados que Você Precisa ter

Vamos Passear?

Cães de Utilidade

Padrões das Raças

Atendimento: 9h00 às 17h00
End: Av. Jabaquara, 301 - Sobreloja - Cep 04045-000- Mirandópolis - SP

Tel.: (11) 3256-0894 | 0800 - 113140 Whatzap 9 7803-2758
E-mail: acinologicadobrasil@gmail.com

Todos os direitos reservados: Associação Cinológica do Brasil

Desenvolvido por: